15 novembro, 2008

A birra dos maus perdedores

Nada pior do que um mau perderdor. A indústria fonográfica ainda não assimilou as pequenas derrotas que a internet lhe impôs, por isso briga por cada centimetro de um terreno que já não é mais seu. Nessas horas eu me pergunto: será que as altas esferas de comando desses setores, os responsáveis pelas decisões acerca do processos jurídicos e estratégias de marketing, não são assistidos por técnicos ou pessoas que dominem conhecimentos, ainda que rudimentares, sobre tecnologia, internet e coisas afins? Pois essa batalha é das coisas mais estúpidas e inúteis que se tem notícia. Alguém em pleno juízo acredita mesmo que é possível reverter a configuração cultural que a internet produziu? Que os modos de produção e reprodução de conteúdos autorais voltarão a ser como antes? Só posso nomear alguém dessa natureza de ingênuo, para ser eufêmico. Recentemente, conforme conta o Estadão, fecharam o blog Som Barato -- um excelente blog! O blog Um que tenha também recebeu, pelo que consta, notificações do DMCA. Lamentável! Tudo que eles conseguem produzir é irritação, nada além disso.

Certa feita eu ouvi uma declaração bastante acertada de João Marcelo Boscoli (que é produtor musical), ele dizia que a indústria da música deveria dirigir seus esforços para outros meios de captação que não exclusivamente a venda de CDs. Esse indústria já ganha bastante dinheiro com todos os canais de captação com quais conta atualmente -- mas há, efetivamente, outros meios, táticas alternativas. Tanto é assim que o Radiohead é a banda mais incensada do mundo sem, contudo, recorrer aos modos tradicionais. Sua estratégia de venda é perfeitamente compatível com a distribuição livre na internet -- e ainda sim seus lucros batem recorde. De bom grado eu me disporia a pagar uma quantia substancial pelo CD do Radiohead, num gesto meramente simbólico. O mundo precisa mesmo é de Radioheads, e não de Metallicas.

Os blogs de música brasileira prestam um serviço ao país. O Loronix, eu já disse, é um baluarte da cultura nacional. Em entrevista, Sivuca se referiu a uma lei de divulgação da música brasileira no exterior que lhe permitiu viajar até a Europa. De alguma maneira, mas sem os mesmos custos, essa é a função que cumprem tais blogs -- função semelhante a uma lei de divulgação da música brasileira. Se um dia soubermos quem são nossas referências, poderemos, então, consultar o acervo inestimável desses espaços. Precisamos preservar tais ambientes da sanha inútil das gravadoras. Se suas reivindicações encerrassem alguma viabilidade, eu me permitia discutir custos, danos e coisas semelhantes, no caso presente, isso é mero paliativo e expressão de ignorância flagrante. A internet é o inevitável. Sorte nossa!

Para reafirmar meu apoio aos blogs de música nacional:

AbracadabraBossa
Nova Music
Bossa Nova Online
Br-Instrumental
Capsúla da Cultura
Elis Regina Discografia
Loronix
Música do Bem
Solidown
Um que tenha

Nenhum comentário :