23 julho, 2008

Pequenas ilusões e a literatura odiada



Pequenas ilusões são indispensáveis. Vejam o meu caso, abandonei o Orkut. Mudanças sociais e políticas agora parecem mais viáveis. Enquanto estava naquela comunidade, nenhum otimismo me era permitido. É uma ilusão proveitosa, convenhamos, a perspectiva de sucesso é o melhor estímulo. Não é que o Orkut seja um índice seguro para análises sociais, mas nem por isso deixa de ser impactante a imagem que resulta de um breve caminhar por entre perfis e comunidades do site mais acessado no Brasil.

Antes de lhes dar uma amostra do que eu falando, permitam que eu exponha minha teoria sobre o que é essa comunidade: o Orkut é um sistema sofisticadíssimo de geração de caracteres, toda vez que eu penso estar familiarizado com caracteres dos mais variados alfabetos, eis que surge diante dos meus olhos um nome esdrúxulo de alguma "inha" estampando códigos indecifráveis. Acredito que até hieróglifos são mobilizados. Ao mesmo tempo o Orkut constitui um poderoso algoritmo de produção de variantes para a frase "sua inveja é meu sucesso". Incrível como ele é bem sucedido nessa empresa! Se você algum dia você precisar de algo semelhante para dar aquela envernizada na sua auto-estima, nao hesite, vá ao Orkut!

Pois bem, navegando num dos fóruns que frequento achei essa recomendação inusitada: Top 11 Posts na Comunidade “Eu odeio literatura”. É assustador! Se há algo de engraçado nos comentários, não é suficiente para apaziguar o terror de ver assim justificada a ignorância. Não se enganem, a brincadeira reflete a realidade -- ridendo dicere severum -- e olha quem nem todo mundo ali assume o tom de brincadeira. Isso me faz lembrar uma tirinha que ilustrava uma prova que eu fiz há muitos anos. Se não falha a memória, ela continha a seguinte mensagem apresentada por um senhor ressentido:

"Guimarães Rosa, Machado de Assis, João Cabral de Mello Neto, Euclides da Cunha, ..."
"Não li nenhum desses grandes autores"
"Pelo menos minha geração foi educada para saber do que se arrepender!"

Nenhum comentário :