19 outubro, 2007

O avanço do Linux (Ubuntu)

Sugiro uma matéria interessante do New York Times que trata sobre os avanços do Linux. Depois que a Dell concedeu aos seus consumidores a possibilidade de escolher um PC com o sistema operacional Ubuntu, as notícias sobre o avanço do Linux têm virado moda. Farei apenas alguns breves destaques.
LINUX runs the Google servers that manage billions of searches each day. It also runs the TiVo digital video recorder, the Motorola Razr cellphone and countless other electronic devices.
Todos sabem, ou deveriam, que o Linux é uma opção mais segura e estável em se tratando de servidores. Isso desde muito tempo. Mas é preciso jogar as regras do jogo, não custa nada enunciar que o gigante Google roda em servidores linux.
But why would anyone want to use Linux, an open-source operating system, to run a PC? “For a lot of people,” said Jim Zemlin, executive director of the Linux Foundation, “Linux is a political idea — an idea of freedom. They don’t want to be tied to Microsoft or Apple. They want choice. To them it’s a greater cause.
O grifo recorta um pensamento essencial. O Linux é uma idéia política. Há tempos alimento o desejo de escrever sobre isso, contudo não farei isso hoje. Leiam a matéria e talvez entrevejam as razões para tais assertos.

Nenhum comentário :