01 agosto, 2007

Dois achados

Uma entrevista com o homem que, quando garoto, aos 12 anos, protagonizou uma cena quente com Xuxa no filme Amor estranho amor. Durante minha adolescência nós o tomavámos com veado. Naquela situação, nenhum garoto dessa idade pareceria tão desconfortável -- positivamente nervoso, talvez.

Enfim, juízos juvenis!

Após 25 anos, "menino" que fez filme erótico com Xuxa prepara livro

* * *

Um texto da professora Marilena Chauí que trata da crise aérea, publicado no Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim. Ela é contundente e eu, embaraçado por tudo que me foi vendido até agora, hesitei. Mas subscrevo sua análise sem titubear. E recomendo que todos leiam e discutam.

Alguns pontos que ela observa sobre o tratamento da mídia:
c) estabeleceu ligações entre o acidente da GOL e o da TAM e de ambos com a posição dos controladores aéreos, da ANAC e da INFRAERO, levando a população a identificar fatos diferentes e sem ligação entre si, criando o sentimento de pânico, insegurança, cólera e indignação contra o governo Lula. Esses sentimentos foram aumentados com a foto de Marco Aurélio Garcia e a repetição descontextualizada de frases de Guido Mântega, Marta Suplicy e Lula;
d) definiu uma cronologia para a crise aérea dando-lhe um começo no acidente da GOL, quando se sabe que há mais de 15 anos o setor aéreo vem tendo problemas variados; em suma, produziu uma cronologia que faz coincidir os problemas do setor e o governo Lula;
Clique aqui e leia o texto integralmente

Nenhum comentário :