18 julho, 2007

Especulações mal intencionadas

O impacto do acidente aéreo provoca uma inevitável onda de especulações. Embora inevitável, por isso não menos deplorável. Algumas circunstâncias sugerem afirmações óbvias, por exemplo, do fato de a avenida Washigton Luis não ter sido danificada concluímos que o avião passou por ali voando ou planando. Porém, nada mais pode ser inferido dessa circunstância. O grooving, ou as ranhuras na pistas que deveriam aumentar o atrito, diminuindo a velocidade do avião, além de escoar a água acumulada, é por certo um fator a ser considerado, mas é muito cedo para identificá-lo como causa do acidente. O que me aborrece é que em meio a dor e sofrimento causados pelo acidente, alguns encontram espaço para levar as especulações a níveis impensados e antes mesmo de saber a causa, já apontam culpados. O que querem com tamanha antecedência? Será que não basta a dor dos familiares? Tornar tanta dor objeto de manobras políticas é indício de desumanidade de que grau na escala Auschwitz? Relacionar apressadamente as causas dos dois maiores acidentes aéreos no Brasil serve a que propósito? É claro que nada desautoriza essa relação, pode ser que esse novo episódio seja mais uma consequência da absurda morosidade com que as coisas estão sendo tratadas no último ano, mas a quem interessa, antes dessa relação ter qualquer nexo apoiado por evidências, estabelecê-la no calor do acidente, as custas do sangue e da carne dos mortos? A jornalistas sequiosos em afirmar seu poder profético e analítico. Infelizmente há muita gente ganaciosa e desumana no nosso país, disposta a tudo por um lugar ao sol. Fiquem atentos a tudo que se escreve sobre o tema e a tudo que deveríamos possuir para que essas coisas fossem definitivas, e observem até onde vai o desejo de fazer oposição política. Assim poderemos, ao menos, ter mais clareza sobre quem devemos ler. Sugiro a leitura do texto de Alon Voando ou derrapando? E visualização do acidente num esquema em flash montado pela Folha Veja como foi o acidente com vôo 3054 da TAM em São Paulo

Nenhum comentário :